Valdeci apresenta projeto de prevenção de acidentes em piscinas

Valdeci vai acionar Comissão de Saúde da Assembleia se necessário
 O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) protocolou um projeto de lei que visa enfrentar a ocorrência de acidentes em piscinas no Rio Grande do Sul. Motivado pelo caso de uma menina santa-mariense de oito anos, que teve os cabelos sugados enquanto brincava na água, em fevereiro deste ano, o deputado apresentou uma proposta que estabelece dispositivos para reduzir os riscos de acidentes do tipo. “Há uma carência de regramentos que garantam mais segurança nas piscinas, locais que recebem, com frequência, um grande público de crianças”, explicou Valdeci.

O texto do projeto prevê, entre outras determinações, a obrigatoriedade do uso de tampas antiaprisionamento ou tampas não bloqueáveis para evitar o enlace de cabelos ou a sucção de outros membros do corpo ou objetos. Também há previsão de penalidades para os responsáveis pela construção, operação ou manutenção de piscinas que desrespeitarem a nova legislação. Entre as penalidades previstas estão multas, interdição e cassação da autorizações de funcionamento da piscina. “Caberá ao Poder Executivo fazer a regulamentação da lei e definir os órgãos e setores responsáveis pela fiscalização. Haverá prazo de um ano, a partir da regulamentação, para os estabelecimentos realizarem as adaptações necessárias”, explica Valdeci.

O projeto elaborado pelo deputado Valdeci leva em consideração um projeto de lei apresentado na Câmara Federal pelo deputado Mario Heringer (PDT-MG) em 2007 e o substitutivo a esta proposta, que foi apresentado pelo deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS). A proposta está em tramitação no Senado Federal. (texto e foto: Tiago Machado)

Valdeci vai acionar Comissão de Saúde da Assembleia se necessário

Valdeci quer mais segurança nas piscinas