Mobilização dos servidores fez governo recuar, diz Valdeci

Protesto tomou conta das ruas da capital no último dia 7 de julho
Protesto tomou conta das ruas da capital no último dia 7 de julho

Protesto tomou conta das ruas da capital no último dia 7 de julho

A decisão tomada pelo governador José Ivo Sartori, nesta terça (11), de recuar no parcelamento do salário dos servidores estaduais foi uma consequência da intensa mobilização das categorias de trabalhadores do RS. Esta é a opinião do deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), que criticou a iniciativa antes mesmo dela ser concretizada pelo Executivo. “A decisão de parcelar salários foi uma artimanha apresentada para retomar.  a partir de um cenário de caos, a velha e inócua agenda do aumento de impostos e do desmonte do setor público”, disparou Valdeci.

Para Valdeci, a sequência de atos públicos realizados em todas regiões do Estado mostrou ao governo gaúcho que os servidores não aceitarão a responsabilidade pela crise estrutural do Rio Grande. “As categorias estão de parabéns, pois saíram as ruas e mostraram à sociedade, de forma clara, a injustiça e o desrespeito cometidos pelo governo. Desde que tomou posse, o governador nada apresentou de concreto para melhorar estruturalmente as finanças”, acrescentou.

O deputado também reiterou a disposição das bancadas de oposição de votarem a favor de uma proposta que amplie o uso dos recursos dos depósitos judiciais pelo Estado. Na semana passada, um projeto de lei foi protocolado na Assembleia Legislativa com esse objetivo. Até o momento, o Executivo não se posicionou a respeito. (Texto e foto: Tiago Machado -imagem da Marcha da Segurança realizada dia 7 de julho em POA)