Assembleia Legislativa reforça combate ao racismo

Recolhendo a assinatura do deputado Jorge Pozzobom (PSDB)
Recolhendo a assinatura do deputado Jorge Pozzobom (PSDB)

Recolhendo a assinatura do deputado Jorge Pozzobom (PSDB)

O enfrentamento à discriminação ganha força na Assembleia Legislativa. Nesta terça (11), o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), vice-presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) do Parlamento Gaúcho, deu início a coleta de assinaturas para criação da Frente Parlamentar contra o Racismo, a Homofobia e outras formas de preconceito. Até o final do dia, 37 dos 55 parlamentares confirmaram apoio à Frente. Valdeci continuará o trabalho nesta quarta (12), já que alguns parlamentares estavam em atividades fora do Legislativo. “Esperamos abrir a Frente com 100% de adesões das bancadas para realizar uma mobilização muito ampla política e socialmente no Estado”, destacou.

Também nesta quarta (12), às 9h, o árbitro de futebol Márcio Chagas – vítima de racismo durante partida do Campeonato Gaúcho realizada na semana passada, em Bento Gonçalves – será ouvido pelos integrantes da CCDH da Assembleia Legislativa. “Vamos abrir espaço para que o Márcio Chagas possa relatar com detalhes o caso de racismo sofrido. Certamente, ele será um mobilizador na luta contra o preconceito e a discriminação e também deverá se engajar na Frente Parlamentar”, antecipou Valdeci.

Texto: Tiago Machado – Foto: Gabriela Freitas