Valdeci debate Hospital Regional e Casa de Saúde com secretária estadual da Saúde

Valdeci e a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann

O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) realizou, no final da tarde dessa terça (19), em Porto Alegre, a sua primeira reunião individual com a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, desde que ela assumiu o cargo. Membro titular da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, Valdeci colocou o seu mandato à disposição da gestora e tratou de temas de interesse direto da comunidade de Santa Maria e da Região Central do Estado, como o Hospital Regional e a Casa de Saúde.

Ele ressaltou que a abertura integral dos serviços do Regional é um clamor regional e que é fundamental que o governo do Estado possa, o mais rápido possível, dar respostas concretas à comunidade, que sofre com a falta de leitos há bastante tempo. Arita salientou que conhece a fundo o assunto, pois atuou na Secretaria Estadual da Saúde desde que o projeto do Regional foi concebida, em 2003. Ela ressaltou que o Regional “é um tema absolutamente prioritário para a pasta e para o governo”. No entanto, afirmou que não há como dar prazos sobre a abertura de leitos. “O Estado não tem hoje recursos para despesas de capital. Por isso, já estive em Brasília para tratar da questão dos equipamentos. Estamos dialogando com a bancada federal gaúcha para garantir emendas para equipar o hospital. Não há como colocar o hospital em funcionamento sem o apoio do Ministério da Saúde. Tem que haver a habilitação de serviços por parte do Ministério. Com isso resolvido, a gente faz o hospital funcionar”, advertiu.

A secretária também explicou que pretende, em breve, se reunir com prefeitos da Região Central para “alinhar coletivamente a forma como vai se colocar em prática o hospital e para definir quais clínicas de internação funcionarão inicialmente”.

CASA DE SAÚDE – Valdeci também entregou a secretária um documento elaborado pela direção do Hospital Casa de Saúde que detalha as dívidas contraídas pelo Estado com a instituição desde setembro do ano passado. O valor total, segundo os gestores do hospital santa-mariense, é de R$ 2,6 milhões. A secretária garantiu que a parte dos recursos já empenhada está com o pagamento encaminhado. Já a parte dos recursos ainda não empenhada depende de negociação com a secretaria da Fazenda, ação que está em andamento. ” Pelo relato feito, acreditamos que, nos próximos dias, deverão chegar recursos para a Casa de Saúde, o que é muito aguardado”, destacou Valdeci.

DIÁLOGO – Valdeci deixou a secretaria da Saúde com uma boa impressão. “A secretária demonstrou ter bastante conhecimento sobre os temas apresentados e demostrou responsabilidade e capacidade de diálogo. Deixei claro para ela que, mesmo sendo um deputado de uma bancada de oposição, quero ser um aliado dela para fazer avançar os temas da saúde na Região Central e no Estado. Inclusive, me coloquei à disposição para também auxiliar na busca de emendas para o Regional junto à bancada de deputados federais do PT”, acrescentou. (Texto e fotos:  jornalista Tiago Machado)