Valdeci acompanha senador Paim em ato contra Reforma da Previdência

Ato público na Praça Saldanha Marinho, em Santa Maria

Ao lado do senador Paulo Paim (PT), o deputado Valdeci Oliveira participou do ato público contra as reformas trabalhista e da Previdência, que foi promovido na Praça Saldanha Marinho, no centro de Santa Maria, nessa quinta (13), pelas centrais sindicais da cidade e da região. Autor do requerimento de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende investir a real situação da Previdência nacional, Paim bateu na tecla que a o sistema de aposentadoria do país arrecada mais do que gasta. “Nos últimos 20 anos, em média, os recursos da Previdência foram superavitários em mais de R$ 50 bilhões”, declarou ele.

Bastante empolgado na atividade, o senador criticou o presidente Temer pela contradição de ter se aposentado aos 54 anos e, agora, ser o autor da proposta que estabelece os 65 anos como idade mínima para homens e mulheres se aposentarem. “Se aposentou com 54 anos e, salário de R$ 30 mil. E Temer ainda recebe mais R$ 34 mil como presidente. No mínimo, deveria renunciar ao valor da aposentadoria para ter um mínimo de moral para apresentar uma proposta tão descabida”, disse o senador.

O deputado Valdeci chamou a atenção para o perigo que representam os recuos do governo Temer na PEC 287, o projeto que estabelece as novas regras de aposentadoria. “Temos de ter cuidado para não cair no ´canto da sereia`. Os recuos podem ser uma estratégia para desmobilizar os trabalhadores. Se não ficarmos atentos, o governo pode, na calada da noite, como aconteceu com a reforma trabalhista, colocar essa proposta cruel e criminosa em votação. Temos que continuar na luta”, destacou. (texto e foto: Tiago Machado)