ARTIGO | Para que a dor vire lição

Abrace SMA dor que castigou Santa Maria, há cerca de um ano, consternou o estado, o país e, até mesmo, populações que habitam diferentes continentes e que pouco tinham ideia sobre a nossa realidade. Na época que ocorreu, a mesma tragédia que comoveu legiões e legiões de seres humanos ao redor do mundo gerou um das maiores demonstrações nacionais de solidariedade. Não foram poucos os casos de pessoas que viajaram por horas e que até atravessaram divisas estaduais para se inscreverem como voluntárias nas equipes montadas no Centro Desportivo Municipal e em outros locais de apoio às vítimas e aos seus familiares.

Porém, essa chaga, que jamais vamos extirpar por completo da “epiderme” de Santa Maria, precisa gerar mais do que comoção e solidariedade. Esse triste episódio da nossa história precisa se transformar em uma dura lição. Precisa virar aprendizado. Mais do que justo, é necessário que recuperemos com frequência o que ocorreu na Rua dos Andradas, entre a Rua André Marques e a Avenida Rio Branco, para avançarmos sempre em matéria de segurança, de prevenção, no respeito às pessoas e no direito à justiça. O “Janeiro 27”, título de um documentário sobre a tragédia – produzido pelos diretores Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento -, pode nunca mais se repetir se evoluirmos com tudo o que aconteceu em 2013. (Veja o vídeo de divulgação abaixo.)

Nesse espírito, é preciso saudar e elogiar a iniciativa ousada da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM) de realizar, do próximo sábado (25) a próxima segunda (27), o 1º Congresso Internacional Novos Caminhos – A Vida em Transformação. O Congresso, que acontecerá no auditório da Unifra, na UFSM e na Praça Saldanha Marinho, vai promover uma série de discussões acerca de temas relacionados à prevenção contra incêndios. Haverá palestras motivacionais, paineis sobre segurança, reencontro de voluntários, depoimentos de sobreviventes e debates sobre o papel da mídia e também sobre o trabalho desempenhado pelos órgãos responsáveis pela investigação dos fatos. Também está prevista a realização de atividades culturais e a apresentação do “Janeiro 27”, documentário mencionado acima e que se constituiu em um qualificado e emocionante conjunto de depoimentos sobre os dramas e as esperanças de quem vivenciou tudo de muito perto.

Tenho convicção que o Congresso, pela qualidade da sua programação e pela determinação dos seus organizadores, vai contribuir para a reconstrução de Santa Maria, já que todos perdemos algo naquele dia. Santa Maria pode, a partir de iniciativas como essa, virar referência nacional no debate e na aplicação das normas de segurança e prevenção, as quais de tempos em tempos precisam ser atualizadas e aperfeiçoadas. De Santa Maria, podem partir soluções e ideias que vão salvar vidas aqui, ou em outros estados e países. De Santa Maria, pode partir uma maior mobilização em defesa da vida humana. Ainda desdenhamos muito do valor de uma vida e isso precisa mudar. Que o Congresso Internacional ajude nisso.

Assista o vídeo de divulgação do documentário Janeiro 27

*Artigo do deputado Valdeci Oliveira publicado no Jornal A Razão em 23/01/2014