Para evitar desfalque no ano letivo, Valdeci aprova audiência pública

Valdeci na tribuna da Assembleia Legislativa, nessa terça (14).

A não renovação, até o momento, de quase 40 mil contratos emergenciais de servidores por parte do governo Sartori pode desfalcar as salas de aula da rede estadual de ensino no começo do ano letivo 2017. Nesta quinta (2), o deputado Valdeci Oliveira (PT) conseguiu aprovar, por unanimidade, na Comissão de Segurança e Serviços Públicos do Parlamento gaúcho, a realização de uma audiência pública sobre o tema. A pedido de Valdeci, a atividade deverá ocorrer na próxima quinta (9), em Porto Alegre. “Fiz um apelo aos deputados e ao presidente da Comissão, deputado Catarina Paladini (PSB), para que a audiência ocorra o mais rápido possível, diante da urgência do tema. As aulas vão começar na próxima segunda (6) com mais de 21 mil contratos de professores sem renovação. Também estão pendentes 15 mil contratos de servidores de escola e 900, de orientadores educacionais. Essas renovações precisam ser encaminhadas pelo Executivo e aprovadas pela Assembleia”, lembrou ele.

Além de Valdeci, assinam o requerimento da audiência pública os deputados Nelsinho Metalúrgico e Stela Farias, ambos do PT. Eles pedem que sejam convidados para o debate representantes da Secretaria Estadual de Educação (SEE), do CPERS-Sindicato e do Conselho Estadual de Educação (CEE). “Será um fiasco começar o ano desse jeito no Rio Grande do Sul. O ano letivo acabou em dezembro, e nada teve andamento desde então”, complementou. (texto e foto: Tiago Machado)