Marcha da Segurança reúne centenas na capital

Protesto tomou conta das ruas da capital no último dia 7 de julho

A Marcha da Segurança, realizada na tarde desta terça (7), em Porto Alegre, mobilizou servidores da área da segurança pública de diversas regiões do Estado. Em protesto contra o parcelamento de salários e a não nomeação de concursados, entre outras pautas, centenas de policiais, bombeiros, agentes penitenciários e funcionários do Instituto-Geral de Perícias caminharam com faixas e apitos pelas ruas centrais da capital. O ato foi concluído na frente do Palácio Piratini.

De acordo com o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), que acompanhou toda a marcha junto com demais deputados da bancada, os servidores da segurança demonstraram a gravidade da crise no setor. “Foi, certamente, uma das maiores manifestações públicas realizadas neste ano, no Rio Grande do Sul. Certamente, tivemos mais de 10 mil pessoas presentes. Os servidores da segurança e a população estão desamparados. Como enfrentar a criminalidade que assola o Estado com salários atrasados, com a não nomeação de concursados e, até mesmo, com racionamento de combustível para viaturas?”, questionou.

Protesto tomou conta das ruas da capital

Protesto tomou conta das ruas da capital

(texto e foto: Tiago Machado)